Energia como Serviço: uma revolução no mercado de energia

As novas possibilidades de produção, armazenamento e comercialização de energia vão transformar radicalmente o setor.

Já imaginou um mundo onde a produção de energia renovável e limpa ganhe cada vez mais relevância, grande parte dos veículos seja elétrico e a economia global esteja pelo menos 30% mais eficiente no uso de energia? É a busca contínua por soluções inovadoras para identificar e enxergar tecnologias que possam multiplicar as possibilidades de ver a energia como serviço. Pode parecer uma previsão muito distante, mas é algo que já está acontecendo e irá se completar nos próximos 20 anos.

O motivo dessa evolução é claro: as necessidades dos consumidores estão mudando e, junto a isso, a tecnologia está se tornando cada vez mais avançada, eficiente, sustentável e centrada em plataformas customizadas.

O futuro? A transformação do setor elétrico de – serviços de produção, distribuição e comercialização de poucos para muitos – para serviços de gestão, que coordenem, otimizem e simplifiquem as transações, em um ambiente onde estes processos ocorrem de muitos para muitos.

Energia como Serviço: uma revolução no mercado de energia

Energia como Serviço

Complicado? Talvez um pouco, mas o conceito Energia como Serviço é uma tendência e já vem causando grandes mudanças no setor elétrico, rompendo o tradicional funcionamento do sistema que integra oferta e demanda atualmente.

No sistema energético brasileiro atual, por exemplo, a geração de energia vem majoritariamente de hidroelétricas e termoelétricas, cada vez mais distantes dos centros de consumo.

Os consumidores recebem a energia que passa por empresas que cuidam e se remuneram pelos processos de geração, transmissão e distribuição até chegar em suas casas ou empresas. Todo esse processo provoca impactos ambientais, desperdício e pouca flexibilidade para o consumidor final.

Mas a nova era da energia elétrica está provocando grande mudanças.

Receber passivamente a energia em casa já não é suficiente. Agora, o consumidor pode produzir e gerenciar o consumo energético em sua casa ou empresa, tornar a sua estrutura elétrica mais eficiente e buscar formas de compartilhar e vender a energia excedente.

Quem antes assumia apenas o papel de consumidor, hoje é também produtor e vendedor de energia – os chamados prosumers.

As empresas de energia passam então a desempenhar gradativamente um papel de consultoria, indicando as melhores opções de compra ou autoprodução, armazenamento e gestão de acordo com o perfil de cada cliente. Tanto em escala industrial quanto residencial, as empresas devem estar preparadas para garantir que toda a infraestrutura seja segura, eficiente e esteja dentro das normas regulatórias brasileiras.

Benefícios para o consumidor final

Todas estas mudanças no mercado energético trazem junto novas possibilidades para as empresas de energia e consumidores. Confira os benefícios deste novo modelo para os consumidores, quando comparado ao modelo de compra e venda tradicional:

  1. Maior autonomia: autoprodução da energia, com possibilidade de armazenamento e comercialização da energia sobressalente;
  2. Estabilidade: melhora na qualidade da energia, uma vez que a produção ocorre mais próxima do ponto de consumo;
  3. Previsibilidade: maior controle sobre os custos e o consumo de energia da sua empresa ou residência. Menor exposição a fatores externos, como aumento de tarifas durante crises de abastecimento;
  4. Redução de custo para o consumidor final, com retorno do investimento em médio prazo;
  5. Sustentabilidade: incorporação de energias renováveis e menor impacto ambiental causado por extensas linhas de transmissão e distribuição;
  6. Incorporação do consumidor no ecossistema de produção, aumentando a capacidade total do sistema.

O que vem pela frente?

Adicione ao cenário que descrevemos aqui os seguintes itens: mobilidade elétrica, internet das coisas (IOT), cidades inteligentes, smart grid e uma série de inovações tecnológicas já existentes. Em algum momento tudo isso vai convergir, gerando um novo salto no ainda recente modelo de Energia como Serviço: a chamada Energy Cloud.

E sua empresa? Já está preparada para toda essa evolução?

Descubra mais sobre “Energia como Serviço” em “Nosso Negócio“.


Quer assinar o Blog?

Seu formulário foi enviado com sucesso!!!
Conheça a Enel X

Descubra a Enel X e mude a forma de se relacionar com a energia. Conheça nossos produtos e serviços inovadores, capazes de tornar seu dia a dia mais eficiente e simples. Unimos forças e parcerias para integrar as melhores soluções. O poder agora está em suas mãos!


Saiba mais